domingo, 24 de fevereiro de 2013

Os Abadás do Futebol

Famosos por suas combinações de cores e modelos espalhafatosos, os abadás às vezes também marcam presença em campos de futebol em forma de camisas bem curiosas.


O tetracampeão Mauro Silva vestiu esse abadá preto e branco do Bragantino.

Mais recentemente, foi a vez do Brasiliense inovar. Essa camisa é de inspiração rock'n'roll, porém, não combina muito com Carnaval. 


Não é só no Brasil que tem abadá. Do outro lado do mundo, no Japão, vem essa camisa laranja e amarela do Shimizu S-Pulse. E ainda tem um mapa no peito.


A África também tem seu representante na lista. Serra Leoa já apresentou um uniforme com uma leoa na parte de baixo.


Na América Latina, os abadás ficam por conta dos goleiros. Folclórico arqueiro mexicano, Jorge Campos sempre vestiu camisas bem extravagantes.


Mas ninguém supera Pablo Aurrecochea. Goleiro do Guaraní-PAR desde 2009, o uruguaio sempre joga com camisas que estão mais para fantasia de Carnaval.


Terra de grandes grifes e estilistas, a Europa também já andou dando suas escorregadas. Essa camisa verde do Rapid Viena, da Áustria, por exemplo, conta com umas marcas pretas indecifráveis.


Em 1990, a Irlanda do Norte lançou essa camisa geométrica para sua Seleção.


E a moda pegou. Em 1991, o Arsenal-ING vestiu uniforme alternativo amarelo e preto.


E para encerrar. Um time completo pronto para o Carnaval. Além de rosa, a camisa da Juventus-ITA ainda contava uma estrela enorme na lateral.

Fonte: Yahoo.